• janeiro 26, 2021

Seja Empreendedor: Conheça Qual é a Importância deste Setor para a Economia

O empreendedorismo é essencial para o desenvolvimento da economia. Movido por pessoas atentas às demandas do mercado, ele impulsiona novidades na indústria, no setor de serviços e em todos os segmentos, incluindo a educação.

Essa vocação é significativa para um país como o Brasil. Afinal, de acordo com a pesquisa Global Entrepreneurship Monitor, citada pela EBC, 52 milhões de brasileiros em idade produtiva se envolvem com alguma atividade empreendedora, representando 38% da população. Um levantamento divulgado pela Pequenas Empresas e Grandes Negócios mostrou que, entre os anos de 2007 e 2017, o número de empreendedores triplicou no Brasil.

Conheça, a seguir, a importância do empreendedorismo para o Brasil e faça parte dessa comunidade!

Qual é a importância do empreendedorismo no Brasil?

O empreendedorismo move uma série de transformações positivas em nosso país. Confira os destaques. 

Responsabilidade econômica e social

O empreendedorismo traz novas oportunidades, gerando postos de trabalho e, sob as diretrizes certas, melhor distribuição de renda. O comprometimento com o desenvolvimento social ajuda a garantir espaço no mercado, o que faz com que diversas organizações, de pequeno, médio e grande porte, se comprometam com a proteção do meio ambiente e com o desenvolvimento de comunidades e territórios

Em um país continental como o Brasil, marcado pela desigualdade social, o empreendedorismo pode amparar as políticas públicas, trazendo benefícios onde o Estado não chega. Tanto que, reconhecendo as dificuldades burocráticas, os governos têm lançado políticas de incentivo, como a Lei do Microempreendedor Individual, o Simples e o programa Startup Brasil. 

Geração de empregos

O empreendedorismo colabora significativamente para a geração de empregos, o que é um benefício considerável, dado o contexto de crise econômica e grandes empresas fechando mais de 25 mil vagas de trabalho. Segundo uma pesquisa do Sebrae, divulgada na Pequenas Empresas Grandes Negócios, as micro e pequenas empresas foram as principais responsáveis pela manutenção dos índices de emprego em nosso país. Em um ano, elas geraram 60,7 mil empregos formais.

Especialmente entre os empreendedores mais jovens, há um grande desejo de atender demandas sociais e movimentar a economia, o que colabora com a geração de empregos. Isso mantém a nossa economia em movimento e melhora a distribuição de renda. 

Inovação e desenvolvimento tecnológico

Um empreendedor não se limita a alguém que encontra uma atividade para fazer dinheiro. Ele busca enxergar oportunidades para fazer algo novo, o que faz com que busque novas metodologias de trabalho, técnicas e tecnologias. 

Felizmente, para trabalhar por uma ideia que você acredita, não é necessário uma ideia original. É possível colaborar com o desenvolvimento do país por meio de franquias de educação, por exemplo. 

Satisfação pessoal e profissional

Cada vez mais pessoas sonham em ter um negócio próprio desde cedo. Afinal, elas veem no empreendedorismo uma forma de transformar realidades e trabalhar por algo que acreditam. Segundo a pesquisa GEM 2017 do Sebrae/IBPQ, citada na Isto É, 57% dos empreendedores em fase inicial no país são jovens de 18 a 34 anos.

São 15,7 milhões de jovens em busca de informações para abrir uma empresa ou com um negócio em atividade em um período de até 3 anos e meio. 59% dos entrevistados buscam empreender por oportunidade, o que é um quadro positivo. 

O Brasil guarda muitas oportunidades para quem deseja empreender criando valor. Mesmo diante de tantos entraves burocráticos, temos uma série de eventos para conectar pessoas que desejam aprender e muitas demandas a serem supridas de maneira inteligente.

Mas para que o empreendedorismo continue a impulsionar o desenvolvimento em nosso país, é preciso que os empreendedores estejam dispostos a se capacitar, já que a rotina de gestão de um negócio envolve lidar com pessoas de todos os tipos, enfrentar os desafios jurídicos e de contabilidade, bem como um faro aguçado em relação às tendências de mercado. 

E por falar em se capacitar, que tal aprender um pouco mais sobre o plano de negócios e impulsionar a sua ideia?

LEIA TAMBÉM:

Como Abrir Uma Escola de Idiomas Sem Precisar de Experiência

Novas Tendências de Mercado: Saiba Como Identificá-las para Investir

KNN estará nas eliminatórias da Copa do Mundo 2022

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.