O que considerar antes de abrir uma escola de idiomas?

O que considerar antes de abrir uma escola de idiomas?

As escolas de idiomas desempenham um papel central na união do mundo, diminuindo as barreiras de comunicação. No entanto, apenas 5% da população brasileira sabe se comunicar em inglês. O mercado precisa de novas soluções, mas você sabe o que precisa para abrir um curso de idiomas?

Ter uma credencial de ensino, uma paixão pela educação e um desejo de promover o intercâmbio cultural, são os primeiros passos, mas ainda há muito trabalho pela frente, descubra agora como começar.

O que considerar antes de abrir uma escola de idiomas?

Você encontrou a ideia de negócio perfeita e agora está pronto para abrir sua empresa. Porém, não basta apenas abrir um CNPJ. As etapas a seguir são essenciais para colocar seu negócio no caminho certo.

Custos envolvidos

No começo, você pode oferecer aulas na sua própria casa, em um local público, como uma biblioteca, parque ou até mesmo visitar estudantes em suas casas. No entanto, depois de acumular alunos para realmente abrir uma escola, você precisa ter dinheiro suficiente para cobrir certas despesas.

Um dos maiores custos é o aluguel. O valor que você deve pagar depende do seu mercado. A maioria das escolas está localizada em grandes áreas metropolitanas. Estude sua região para encontrar um local equilibrado em preço, estrutura e localização. 

Os instrutores geralmente são pagos com base no número de horas que ensinam a cada semana. Isso permite que as escolas controlem mais facilmente os custos. Os instrutores geralmente são pagos entre 25 e 40 reais por hora, dependendo da experiência.

Os funcionários do escritório normalmente recebem um salário menor do que os professores, mas ainda ganham acima do salário mínimo. Outra despesa são os materiais didáticos, como jogos, brinquedos, projetores e apostilas. Os custos de suprimentos variam de acordo com o número de alunos matriculados.

Público-alvo

É muito importante definir um público específico para trabalhar. Crianças, adolescentes e adultos possuem diferentes formas de aprendizado, seu plano de ensino precisa cobrir as necessidades de cada um deles. 

Faturamento

Algumas escolas cobram dos alunos por cada aula que assistem ou por um período de tempo determinado. A maioria das escolas de idiomas possui vários níveis de preços, com base no número de alunos em uma classe, no nível de instrução ou no horário em que os alunos assistem às aulas.

Faça uma pesquisa em sua cidade/região para verificar os preços concorrentes e, considerando sua reputação, didática e custos, estabeleça suas faixas de preço.

As escolas de inglês podem facilmente adicionar novas classes e eventos para aumentar seus resultados. Você pode complementar sua renda vendendo uma variedade de ferramentas educacionais, como dicionários, apostilas, jogos, viagens e outros materiais de aprendizado literário e digital.

Nome da escola

Escolher a identidade visual e o nome certo para sua empresa é muito importante. Recomendamos verificar se o nome da empresa que você escolher está disponível como domínio da web, compre o registro com antecedência para que ninguém mais possa usá-lo. Verifique também se a marca já foi registrada no INPI.

Caso você não tenha experiência com design, contrate um profissional. Sua marca é uma oportunidade para passar uma boa primeira impressão ao seu cliente, ela precisa ser simples, visualmente bonita e memorável.

Obrigações legais

É sempre uma boa ideia conversar com um contador de confiança, isso evita custos desnecessários e multas. Se você pretende começar sozinho (sem sócios ou funcionários), o MEI pode ser a melhor opção.

Você pode abrir sua empresa pela internet com os custos reduzidos, e ainda conta com todos os benefícios do CNPJ:

  • aposentadoria por idade;
  • auxílio doença e aposentadoria por invalidez;
  • salário-maternidade;
  • pode emitir nota fiscal;
  • pensão por morte e auxílio reclusão (com duração variável).

Mas atenção, no regime MEI, sua empresa não pode ultrapassar o faturamento de 81 mil reais por ano.

Lembre-se também de exigir que seu clientes assinem um contrato de serviços antes de iniciar um novo projeto. Este contrato deve esclarecer as expectativas do cliente e minimizar o risco de disputas legais, estabelecendo termos e condições de pagamento, expectativas do serviço e direitos de propriedade intelectual. A melhor alternativa é contratar um advogado para elaborar o documento.

Outras dicas para começar o seu negócio

Algumas coisas aprendemos somente na prática, mas você pode ganhar tempo e evitar erros se considerar esses pontos em seu planejamento.

Abra uma conta bancária comercial

O uso de uma conta bancária dedicada é essencial para a proteção de ativos pessoais. Quando suas contas pessoais e comerciais são misturadas, seus ativos pessoais (sua casa, carro e outros objetos de valor) correm risco, caso sua empresa seja processada. Isso também facilita sua gestão financeira, contabilidade e arrecadação de impostos.

Existem inúmeras opções bancárias no mercado. Para reduzir custos, você pode preferir contas digitais como a Conta Simples.

Obtenha permissões e licenças necessárias

A falha em obter as autorizações e licenças pode resultar em multas pesadas ou até causar o encerramento de seus negócios. Em praticamente todos os municípios brasileiros, seu estabelecimento precisa receber uma autorização da prefeitura para funcionar.

Defina estratégias de marketing

Sua marca é o que sua empresa representa e também como ela é percebida pelo público. Uma marca forte ajudará sua empresa a se destacar dos concorrentes.

Crie estratégias direcionadas para seu público-alvo. As redes sociais (Facebook, Instagram, Twitter, etc.) oferecem essa opção. Você pode também oferecer aulas de teste gratuitas para mostrar a qualidade do seu conteúdo.

Outra opção é dar descontos para quem trouxer um amigo para o curso. Enfim, há muitas opções para divulgação (online e offline). Faça experimentos e veja o que funciona melhor para sua escola e região.

Iniciar uma escola de idiomas pode ser um empreendimento altamente gratificante. Uma pessoa apaixonada por educação e que ama inglês é um ótimo instrutor, mas um proprietário bem-sucedido também precisa de um conjunto de habilidades para administrar a empresa.

Apesar de tudo o que precisa para abrir um curso de inglês, iniciar qualquer negócio é um investimento arriscado. Infelizmente, a maioria das pequenas empresas fecha em menos de um ano, essa taxa de mortalidade pode ser ainda maior se o empresário não seguir uma metodologia adequada para seus recursos.

Nesse cenário, as novas franquias de idiomas estão em alta por oferecer o atalho para uma gestão eficiente. O franqueado recebe, além da consultoria empresarial, todas as ferramentas para iniciar um negócio da maneira correta.

Ganhe tempo e evite prejuízos, siga agora um método comprovado para sua escola. Entre em contato para mais informações.

LEIA TAMBÉM:
Como identificar uma franquia lucrativa?
Competências Profissionais: O que valorizar em um colaborador?
Mitos sobre franquias que você acreditava que eram verdade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.