Modelo de planejamento anual para empresas

4 minutos para ler

O planejamento anual para empresas é como um mapa de viagem: é possível viajar sem um, mas isso só aumentará a probabilidade de se perder ao longo do caminho.

Com esse “mapa”, você não precisa parar e pedir orientações ou até mesmo recuar e recomeçar. Isso ocorre porque eles ajudam os empresários a enxergar o cenário geral, planejar com antecedência, tomar decisões importantes e melhorar a probabilidade geral de sucesso. Veja a seguir como criar o seu!

A importância do planejamento

Os planos de negócios geralmente incluem informações detalhadas, como análise de mercado, análise competitiva, segmentação de clientes, marketing, projeção de fluxo de caixa e um caminho geral para o crescimento a longo prazo.

A ferramenta é importante porque oferece aos empreendedores a capacidade de definir seus objetivos e acompanhar o progresso à medida que seus negócios começam a crescer. Dada a velocidade das transformações no mercado, um plano anual ou semestral é o mais indicado.

Os planos de negócios também são importantes para atrair investidores, os dados podem determinar se sua empresa está no caminho certo e quando será lucrativa. Basicamente, o exercício auxilia na redução dos riscos da operação.

Modelo para planejamento anual

Existem certos elementos que você deve incluir no planejamento. Lembre-se, no entanto, que cada empresa é única. Se algo não faz sentido para você e sua empresa, não há problema em ignorá-lo. Veja a seguir.

Visão e missão

Sua visão e missão estabelecem uma base sólida para seus negócios. Elas expressam os motivos das suas atitudes, além de atrair os tipos certos de clientes, manter seus negócios focados no caminho certo e ajudá-lo a enfrentar os momentos difíceis.

Importante: não busque valores genéricos apenas para completar sua página de missão/visão. As declarações devem ser honestas e únicas para sua empresa. Considere isso como um guia para apoiar suas decisões.

Lucratividade

Quais fluxos de receita estão funcionando bem? Há algum que você queira abandonar? E quais novas fontes de receita podem ser incorporadas?

Concorrência e novidades

Faça uma análise básica de mercado. Descubra quem são seus principais concorrentes, para quem eles vendem e o que eles oferecem. É sempre útil saber o que a concorrência está fazendo.

E no próximo ano, ao fazer seu planejamento anual, compare os resultados. Seus concorrentes mudaram? Quem são os novos players? Quais as tendências de consumo e novas tecnologias?

Análise SWOT

Pegue um pedaço de papel ou um quadro branco e divida-o em quatro seções. Depois, faça um brainstorm de seus pontos fortes, fracos, oportunidades e quaisquer ameaças que sua empresa esteja enfrentando.

Uma análise SWOT tornará sua estratégia de negócios mais forte, ela garante que você considere os fatores internos (pontos fortes e fracos) e externos (oportunidades e ameaças).

Metas e objetivos

Para metas e objetivos anuais, é melhor manter um alto nível. As metas podem incluir aumento de receita, redução de custos, contratações, investimentos, etc. Cuidado para não traçar planos irreais que, além de não serem cumpridos, podem desmotivar a equipe.

Ações e prazos

Após definir os caminhos, indique quais as ações e os prazos para cada atividade. Quem serão os responsáveis? Quais as tarefas e quando deverão ser entregues? Dependendo da complexidade da ação, é importante considerar alguns imprevistos. Quais as consequências caso algo não aconteça como planejado?

Um bom processo de planejamento anual para empresas alinha todas as partes interessadas do negócio em uma direção comum, além de motivar a equipe e reduzir as chances de erro. Por fim, lembre-se que o plano está sujeito à mudanças, você pode (e deve) fazer ajustes com o tempo.

Ainda não está convencido da importância desse planejamento? Veja os principais motivos para começar o seu agora.

Posts relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.