Competências Profissionais: O que valorizar em um colaborador?

Competências Profissionais: O que valorizar em um colaborador?

Uma competência é a soma destes três ingredientes: conhecimento, habilidade e atitude. Para que alguém tenha uma competência, é necessário apresentar os três elementos. E é por esse motivo que o conhecimento formal adquirido por meio da educação, cursos informais, livros, experiência etc., não é suficiente para que uma pessoa possa dizer que possui uma competência. Apenas conhecer sobre algo não implica usar esse conhecimento a favor de uma situação ou resultado.

Ao se obter conhecimento, é preciso praticá-lo. A prática leva ao saber fazer. Quando alguém sabe executar na prática o que aprendeu em teoria, dizemos que esse alguém tem a habilidade. E, mesmo tendo habilidade, a pessoa pode optar por não utilizar seus conhecimentos na prática, e é aqui que vemos a importância do terceiro elemento da competência: a atitude.

Competências Técnicas X Competências Comportamentais

Atitude está relacionada ao querer fazer, sendo, portanto, uma parte comportamental da competência. É a postura de uma pessoa que se mobiliza para realizar uma tarefa usando sua habilidade sobre um determinado conhecimento. Sem ação, não há competência. Na verdade, sem ação não há resultado algum. Vejamos, agora, a diferença entre competências técnicas e comportamentais.

Competências técnicas são aquelas formalmente adquiridas em cursos e formações, tais como: matemática financeira, conceitos de marketing, pacote Office, idiomas, sistemas etc.

E competências comportamentais, como o nome já diz, refere-se aos comportamentos de um indivíduo, adquiridos ao longo das experiências pessoais e profissionais. São competências mais desafiadoras de serem desenvolvidas, embora sejam totalmente possíveis. Alguns exemplos de competências comportamentais são: flexibilidade, empatia, trabalho em equipe, resolução de problemas etc.

Antes de decidirem por uma contratação, as empresas fazem um mapeamento das competências técnicas e comportamentais que esperam do colaborador que irá desempenhar a função.

Esse mapeamento está de acordo com a estratégia de negócios da empresa, do departamento, por consequência, e do desempenho esperado da função dentro da estratégia. Podemos dizer que as competências técnicas já podem ser observadas no currículo do candidato, por meio de suas formações e experiências profissionais. Já as competências comportamentais serão mostradas no decorrer do processo, por meio da observação de conduta do candidato.

E, certamente, as competências que farão o seu diferencial competitivo no mercado de trabalho e que estão sendo mais desejadas pelas empresas são as competências comportamentais, pois, assim como dito anteriormente, é mais desafiador desenvolvê-las e elas estão mais alinhadas à necessidade do novo mercado.

Quais competências são essenciais em um colaborador?

Para auxiliar em sua reflexão, listamos a seguir alguns pontos interessantes que devem ser avaliados em um colaborador. Confira:

Boa comunicação

 Ter uma boa comunicação é essencial para os relacionamentos profissionais; auxilia o profissional a falar de questões técnicas de suas áreas de forma clara para diferentes públicos; permite entendimento, análise e expressão de conceitos e ideias.

Perguntas a serem feitas:

Você sabe ouvir?

Comunica-se de forma clara?

Tem uma boa linguagem?

Já teve bom feedback sobre sua comunicação

Bom relacionamento interpessoal

Para o departamento de Relações Humanas da KNN Brasil, essa é uma habilidade essencial, já que o profissional precisa transitar por várias áreas. Para que haja uma interação entre os departamentos, os colaboradores de diferentes setores precisam se relacionar bem. Equipes sintonizadas nos objetivos organizacionais se relacionam harmoniosamente para atingir bons resultados nas suas áreas e na companhia como um todo.

Perguntas a serem feitas:

Como tem se relacionado com as pessoas?

Você mantém um clima agradável?

Trabalha bem em equipe?

Dinamismo

É a capacidade de raciocínio rápido e agilidade na execução (de tarefas), o que aumenta a produtividade e resultados. A velocidade do mercado exige que as empresas ajam rápido e com menos recursos.

Perguntas a serem feitas:

Você se considera uma pessoa dinâmica?

Tem atuado na velocidade do mercado?

Como anda sua produtividade? Costuma procrastinar?

Flexibilidade
Lovely girl in glasses holding cup of tea and notebook outside. Brunette woman with red lips in black jacket smiling outdoors..

É estar aberto a novas ideias e ter capacidade de adaptação, especialmente devido às rápidas mudanças que o mercado tem sofrido.

Perguntas a serem feitas:

Você é aberto a novas ideias?

Como se sente quando mudam um projeto no meio de sua execução?

Abre mão de suas ideias por uma ideia que atenda melhor o propósito da tarefa?

É capaz de se adaptar às mudanças?

Hands on (mão na massa)

É o profissional que atua nas tarefas de forma prática. É ter autonomia e proatividade e estar à disposição para as necessidades da empresa.

Perguntas a serem feitas:

Você tem autonomia nas suas atividades diárias?

Espera que alguém o mande executar uma tarefa ou já sabe o que deve fazer?

Você espera que as coisas aconteçam ou faz acontecerem?

Orientado a resultado

 É a capacidade que um profissional tem para focar na realização dos objetivos da empresa e, assim, garantir que os resultados sejam alcançados conforme o esperado. Esse profissional não olha apenas para os problemas, mas busca outras perspectivas, se necessário. Compartilha conhecimento para que outras pessoas também possam alcançar resultados.

Perguntas a serem feitas:

Quando enfrenta um problema, você se lamenta ou se abre para buscar uma solução?

Você ajuda o time todo a chegar às soluções necessárias?

Perfil multidisciplinar

É o profissional que aplica conhecimentos de outras áreas no setor em que é especialista. Tem visão do todo e busca conhecimento de forma proativa em outras áreas, podendo atuar de forma mais ampla.

Perguntas a serem feitas:

Você é capaz de atuar em diversas frentes, se necessário?

Você se abre para a utilização de conhecimentos de diferentes áreas na sua atuação?

Senso de dono

Atualmente, as empresas buscam profissionais que abracem os projetos com responsabilidade e a motivação de um empreendedor. É preciso ter postura ativa para apresentar soluções que possam viabilizar ou facilitar o exercício da atividade e, principalmente, expandir os negócios junto com a empresa.

Perguntas a serem feitas:

Você veste a camisa da empresa em que atua no momento?

Se o negócio fosse seu, você agiria completamente igual?

Visão de negócio

Enxergar além das atividades que realiza ou das metas e objetivos de seu departamento; compreender o todo do negócio e ter uma visão da importância de seu papel sobre esse todo.

Perguntas a serem feitas:

Você entende qual o seu papel dentro do todo na empresa?

Você busca ter o entendimento e a visão do negócio?

Aprendizado contínuo

Entende-se como a capacidade de atualização constante frente às constantes mudanças de mercado. Aprender não é mais uma ação esporádica e formal, é preciso estar disposto a aprender todos os dias, de maneiras informais e sempre acompanhando as inovações de seu mercado.

Perguntas a serem feitas:

Você se atualiza constantemente?

Faz leituras da sua área, como notícias, artigos etc.?

Invista em uma Franquia: A gente ajuda você!
Treinamento para novos franqueados. Foto: KNN Brasil

Sabemos que o processo de contratação de pessoal é uma das etapas mais importantes para o início de uma nova empresa. Sabendo disso, franquias são uma ótima opção para quem não quer passar sofrimento nesse processo.

A KNN por exemplo, presta consultoria em todas as áreas da empresa, inclusive em relação às entrevistas de contratação. Você irá aprender como analisar o perfil e as competências do selecionar os colaboradores para determinadas funções.

Com um know-how testado e consolidado por mais de vinte anos, o suporte da franquia irá te auxiliar em todos os processos necessários para evitar que erros sejam cometidos.

Para mais informações sobre o modelo de negócios da KNN e também a respeito do nosso suporte presencial e vitalício, acesse o site e seja um franqueado.

LEIA TAMBÉM:
Mitos sobre franquias que você acreditava que eram verdade
Como funciona o suporte pedagógico da KNN?
Somente nos últimos 3 meses, KNN projetou mais de 130 escolas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.