Após um ano de pandemia, Escolas KNN Idiomas crescem em meio à crise

Após um ano de pandemia, Escolas KNN Idiomas crescem em meio à crise

Conheça os franqueados que estão tendo um desempenho acima da média em diversas regiões do país.

O Brasil identificou a primeira contaminação pelo vírus da COVID-19 no final do mês de fevereiro de 2020. Enquanto a Europa já registrava centenas de casos do novo coronavírus, a declaração de transmissão comunitária em nosso país aconteceu em março, mês em que também foi registrada a primeira morte pela doença.

Devido às medidas de isolamento e distanciamento social, a economia, o comércio e milhões de trabalhadores foram impactados pela crise. A KNN Idiomas, de fato, foi a franquia de idiomas que mais conseguiu driblar a pandemia, crescendo 17% em número de unidades abertas – resultado fruto de um modelo de negócios consistente e um suporte completo em todas as áreas da empresa, o qual não deixou nenhum franqueado desamparado.

A Redação KNN conversou com algumas escolas que tiveram destaque em matrículas, gerência e retenção de alunos durante este turbulento momento de pandemia. Confira!

KNN CACHOEIRO DO ITAPEMIRIM | Espírito Santo

Rillary Rodrigues tem apenas 23 anos e através da KNN Idiomas realizou o sonho possuir um negócio próprio. Antes a profissional chegou a fazer bicos em diversas áreas, mas foi no ramo de idiomas que se encontrou.

Após ter sido convencida a conhecer a unidade KNN de Castelo, no estado do Espírito Santo, o desejo de possuir uma franquia foi fixado em sua cabeça. Curiosa por saber mais sobre o modelo de negócio que captava diversos alunos independente do mês, a capixaba pesquisou na internet algum número para entrar em contato com a franqueadora e topou vir à Santa Catarina conhecer algumas escolas: “Quando vi a primeira aula, meus olhos brilharam!”, destaca ela.

Empolgada com a metodologia e a estética das escolas que conheceu, o próximo passo de Rillary foi assinar o contrato de franquia junto com sua sócia, Annita Campos, para logo começar a inauguração da sua escola KNN Idiomas na cidade de Cachoeiro do Itapemirim (ES) – município com mais de 200 mil habitantes.

Entretanto, a inauguração da jovem franqueada não saiu exatamente como ela esperava. Sua escola abriu as portas dia 14 de março de 2020, tendo que fechar três dias depois por conta do lockdown na cidade. “Foi extremamente apavorante! Já tínhamos mais de 100 alunos matriculados e de repente tivemos que fechar tudo”, conta.

Após conseguira liberação, a escola de Rillary e Annita reabriu em meados do mês de agosto apenas com as aulas on-line do ambiente virtual KNN At Home e posteriormente de maneira presencial com turmas reduzidas. Atualmente a unidade conta conta quase 400 alunos matriculados.

Sobre não desistir e trabalhar mesmo com restrições e dificuldades, a franqueada afirma que manter a positividade e cabeça erguida é o segredo. “Aqui somos uma equipe muito unida e trabalhamos sabendo que o pior já passou”, enfatiza.

KNN NOVA FRIBURGO | Rio de Janeiro

O franqueado Ricardo Mendonça é um dos multifranqueados da rede KNN. O empresário, juntamente com sua esposa, Patrícia Azevedo de Sá, decidiu se tornar parceiro através de um processo de conversão de marca.

O investimento na KNN começou primeiramente na cidade de Cordeiro e, depois disso, outros municípios, como Cantagalo, Itaocara, Macuco e agora, a mais recente: Nova Friburgo – todas localizadas no estado do Rio de Janeiro.

Inaugurando um total de três escolas em meio a pandemia da covid-19, Mendonça conta que a crise sanitária e as dificuldades enfrentadas apenas fortaleceram ele e sua equipe. “Assim que a pandemia começou, entendi que era necessário olharmos mais para dentro das escolas e intensificar a comunicação com os alunos e a equipe”, conta.

Através da necessidade de reter os alunos já conquistados, os multifranqueados criaram setores internos dentro das escolas para dar mais suporte aos estudantes. “Sabíamos que nem todos os alunos teriam facilidade com aulas on-line, então para auxiliá-los nesse período de transição e adaptação, além de contar com o suporte da franqueadora, também nos organizamos para acompanhá-los nesse processo de adaptação”, explica.

Além do suporte interno implantado em suas escolas, Ricardo e Patrícia também investiram em ações comerciais em todas as frentes possíveis e também em marketing digital e corpo a corpo – sempre respeitando as normas de segurança e distanciamento social.

O trabalho duro das escolas e esforços dos franqueados em manterem a qualidade do serviço resultou em um fluxo de matrículas satisfatório nas unidades, conquistando 135 alunos na cidade de Itaocara (23 mil habitantes), 104 em Macuco (5 mil habitantes) e agora mais recentemente, 200 alunos em Nova Friburgo (190 mil habitantes).

KNN ARAXÁ | Minas Gerais

O mineiro Mário Vitor, 38 anos, já havia investido sem sucesso em uma franquia antes de conhecer a KNN Idiomas. O ex-bancário havia apostado em uma franquia que unia idiomas e tecnologia entre os anos de 2014 e 2017. Frustrado com know-how sem retorno financeiro esperado, ele decide então criar uma marca própria.

Ele conta que, devido aos problemas que enxergava na antiga franquia, decidiu seguir sem o suporte de uma franqueadora. “Eu fiquei traumatizado com o modelo de franquias. Os caras lá (da antiga franquia) não me davam nem o básico para poder administrar o meu negócio. Em 2019 criei a minha própria escola de idiomas, mas foi outra frustração”, relata.

Ainda que tivesse adquirido certa experiência no mundo dos negócios, o empresário afirma que apenas “quebrou a cabeça” nesta nova tentativa de ter sucesso com uma escola de idiomas. “Tínhamos 40 alunos na escola e mal pagávamos as contas. O material terceirizado não ajudava. Foram tempos difíceis”, recorda.

O consultor de negócios, Henrique Brenzler, conta que quando conheceu Mário para apresentar o modelo de franquia da KNN, houve uma certa resistência da parte do empresário. “Senti ele bem receoso e inseguro, mas ainda o convenci a conhecer a escola de Sertãozinho, em São Paulo, que ficava a três horas de Araxá. Ele ficou muito satisfeito com o que viu e assim começamos a negociação”, conta o profissional.

Henrique Brenzler, Consultor de Negócios da KNN Brasil

A partir disso, a história do mineiro no ramo de idiomas mudou da água para o vinho. Mário, juntamente com sua esposa Amanda Rodrigues, 29 anos, inauguram em junho de 2020 a KNN Araxá, matriculando um total de 106 alunos em menos de um mês – tudo isso em plena pandemia.

“O que me fez acreditar na KNN, mesmo em um momento tão louco e delicado como esse que estamos vivendo, foi o justamente as estratégias comerciais da franquia e o suporte que toda a equipe da KNN Brasil nos dá”, conta o franqueado, que agora se prepara para inaugurar sua segunda unidade na cidade de Patrocínio, também em Minas Gerais.

KNN PLANALTO, NONOAI E TRINDADE DO SUL | Rio Grande do Sul

Ele já trabalhou em um navio transatlântico, morou no Havaí, viajou 25 países, cursou Direito, Marketing, Economia e hoje em dia é sócio de três escolas de idiomas em cidades pequenas no estado do Rio Grande do Sul.

Na vida do jovem empreendedor André Ricardo Konishi já aconteceram muitas surpresas boas e reviravoltas,e durante a pandemia não foi diferente.

O gaúcho, que começou sua história com a KNN como teacher da escola de Camboriú (SC) no ano de 2018, atualmente celebrara o grande número de alunos em todas as unidades: 100 alunos em Planalto (10 mil hab.), 130 em Nonoai (11 mil hab.), e 60 em Trindade do Sul (5 mil hab.).

Sobre o segredo de não se deixar abalar em nenhum momento por conta das adversidades causadas pela crise, o franqueado, que também possui uma marca própria de roupas, afirma que o otimismo e a liderança foram essenciais para seguir em frente.

“Nós (franqueados) devemos acreditar, acima de tudo, no serviço que estamos oferecendo, que muda vidas e faz a diferença! Devemos mostrar aos nossos funcionários que eles podem crescer com a gente e não se abater por conta das dificuldades. Não perdemos nenhum aluno por conta da pandemia”, afirma.

Antes mesmo até de conhecer a marca, André já era KNN por filosofia de vida. Ao todo, o empreendedor viajou para 25 países diferentes. “O posicionamento de marca (Live the Road. Love the Journey) sempre foi a grande motivação da minha vida. A KNN sou eu e eu sou a KNN”, conclui.

A próxima unidade do franqueado André Konishi será inaugurada na cidade de Sarandi, também no Rio Grande do Sul.

LEAI TAMBÉM:

FAQ KNN Idiomas: Dúvidas Frequentes de Quem Está Interessado em Investir

O Know-How KNN: Saiba Porque Nos Escolher!

Novos franqueados investem mais de R$ 1 mi em três escolas KNN Idiomas de uma vez

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.